REPERCUSSÕES EM RECÉM NASCIDOS DE MÃES QUE FIZERAM USO DE ÁLCOOL DURANTE A GRAVIDEZ

Wanessa Sasse, Lígia Ferrauche Smolka, Lisandra Gonzalez Porta Nova, Laísa Rivas Dapousa Ramos, Ana Paula Manart Panariello, Maria Célia Ciaccia, Vera Esteves Vagnozzi Rullo

Resumo


O álcool é considerado o agente teratogênico fetal mais comum. O objetivo desse estudo é avaliar o número de recém-nascidos expostos ao risco de Síndrome Alcoólica Fetal e fatores associados. Método: Estudo transversal com dados colhidos de prontuários de gestantes e de seus recém-nascidos na Maternidade do Hospital Guilherme Álvaro no período de 2010 até 2017. Resultados: Houve associação entre possuir outro vicio com a ingestão de álcool durante a gestação. Não houve associação entre o uso de álcool durante a gestação e as variáveis estudadas nos recém-nascidos. Conclusão: Na amostra estudada a prevalência de mães que relataram usar álcool durante a gravidez foi de 4,73% e não houve repercussão em seus recém-nascidos. Possuir outro vicio se associou com a ingestão de álcool durante a gestação.

REPERCUSSIONS IN NEW BORN OF MOTHERS WHO HAD USE OF ALCOHOL DURING PREGNANCY

Alcohol is considered the most common teratogenic fetal agent. The objective of this study is to evaluate the number of newborns exposed to the risk of Fetal Alcohol Syndrome and associated factors. Method: A cross-sectional study with data collected from medical records of pregnant women and their newborns at the Hospital Guilherme Álvaro Maternity from 2010 to 2017. Results: There was an association between having another addiction to alcohol intake during pregnancy. There was no association between the use of alcohol during pregnancy and the variables studied in the newborns. Conclusion: In the sample studied, the prevalence of mothers who reported using alcohol during pregnancy was 4.73% and there was no repercussion in their newborns. Having another addiction was associated with the ingestion of alcohol during pregnancy.


Palavras-chave


álcool; gravidez; recém-nascido

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.