FATORES DE RISCO PARA RELATOS DE DORES NAS COSTAS EM ESCOLARES

Iara Borin Selegatto, Julia Silvestre de Castro, Barbarah Silveira Penatti, Mariana Abduch Rahal, João Lucas Morette Giampietro, Flávia Renata Dantas Alves Silva Ciaccia, Etienne Larissa Duim, Maria Célia Ciaccia, Vera Esteves Vagnozzi Rullo

Resumo


Objetivos: Estimar a prevalência de dores nas costas relatadas por crianças de escolas municipais de Santos e correlacionar com os hábitos posturais adotados nas suas atividades diárias, com as variáveis demográficas, socioeconômicas e antropométricas. Método: Um estudo transversal realizado em 2017, sendo aplicados 954 questionários aos responsáveis e às crianças e, realizadas as medidas antropométricas nas crianças. Resultados: A prevalência de dores nas costas foi de 30,15%. Por meio de análise de regressão logística univariada (não ajustada), e em análise ajustada, foi possível verificar que baixa escolaridade materna esteve relacionada à prevalência de dor nas costas. Conclusão: A prevalência de dores nas costas relatadas por crianças de escolas municipais de Santos foi de 30,15%. Nesse estudo, a dor nas costas foi mais prevalente nas crianças de mães com baixa escolaridade.

RISK FACTORS FOR REPORTS OF BACK PAIN IN SCHOOLCHILDREN

Objectives: To estimate the prevalence of back pain reported by school children from municipal schools in Santos and to correlate with the postural habits adopted in their daily activities, with demographic, socioeconomic and anthropometric variables. Method: This is a cross-sectional study carried out in 2017, with 954 questionnaires being applied to caregivers and children, and anthropometric measurements were performed on the children. Results: The prevalence of back pain was 30.15%. Using univariate (unadjusted) logistic regression analysis, and an adjusted analysis it was possible to verify that low maternal schooling was related to the prevalence of back pain. Conclusion: The prevalence of back pain reported by elementary school children in Santos municipal schools was 30.15%. In this study, back pain was more prevalent in children of mothers with low schooling.


Palavras-chave


dor nas costas; associação; criança; postura; prevalência; antropometria

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.