USO DE SUPLEMENTOS POR PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA DE UMA ACADEMIA NA CIDADE DE PINDAMONHANGABA - SP

Maria Fernanda Pereira Correard, Aline Moraes Almeida, Vanessa Fernandes Coutinho, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


Introdução: Os suplementos nutricionais são amplamente utilizados no esporte, principalmente para o ganho de massa muscular e também para melhorar a estética e a desempenho de praticantes de atividade física em ambientes esportivos.Objetivo: Verificar o uso, os principais suplementos utilizados e o conhecimento dos malefícios pelo uso de suplementos por praticantes de atividade física de uma academia da cidade de Pindamonhangaba SP. Método: Foi utilizado como instrumento de coleta um questionário validado adaptado com 17 perguntas fechadas e abertas. Resultados: Dos 48 entrevistados, 30 (60%) deles fazem uso de suplementos, sendo 19 (63,3%) deles homens e 11 (36,6%) mulheres, destes quase a metade faz uso do tipo proteico de suplemento e metade conhece os malefícios dos mesmos. Conclusão: O uso de suplementos alimentares nas academias é bem grande, tendo assim necessidade de criação de campanhas e fiscalização em academias e lojas de suplementos para detectar possíveis indicações indevidas e sem nenhuma orientação de profissional habilitado.

Descritores: Nutrição, Esportiva, Suplementos Alimentares, Academia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.