Exercícios físicos durante a idade escolar e adolescência e a associação com a menor incidência da osteoporose

Caroline Carvalho Silva, Heloisa Nascimento Oliveira, Maria Célia Ciaccia, Vera Esteves Vagnozzi Rullo

Resumo


Objetivo: Verificar se a atividade física na idade escolar e na adolescência exerce um efeito a longo prazo no aumento da massa e a densidade óssea de forma a prevenir osteoporose durante a vida adulta.

Método: Foram selecionados 8 estudos da base de dados do PubMed e Scielo. A idade da população estudada variou de 6 a 17 anos.

Resultado: Os estudos apontam para o aumento da massa e densidade óssea com a atividade física na infância e adolescência, sugerindo prevenir a osteoporose.

Conclusão: O exercício físico durante a infância e adolescência associou-se com o aumento da massa e da densidade óssea pelos estudos analisados. Os dados sugerem que a prática de atividade física osteogênica aumenta massa óssea e previne osteoporose durante a vida adulta.


Palavras-chave


crescimento, exercício, puberdade, osso

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.