Níveis de hemoglobina em creches do Programa Saúde na Escola do município de Santos.

Michele Bazziotti Man, Thais Tiemi Saito, Letícia Lambert, Erica Endo Amemiya, Stephanie Lasso Vargas, Carolina Ozawa, Maria Fernanda Naldoni Senra, Maria Célia Ciaccia, Vera Esteves Vagnozzi Rullo

Resumo


Objetivo: verificar os níveis de hemoglobina e fatores associados em crianças de creches conveniadas e cadastradas no Programa Saúde na Escola do município de Santos, SP, onde foram realizadas a implantação do programa de fortificação NutriSUS. Método: Estudo transversal, realizado em 2015. Foram coletadas 167 amostras de sangue, através de punção venosa, medidas antropométricas e um questionário aos familiares das crianças. Resultados: A prevalência de anemia foi de 9,58%. Houve associação com o maior número de crianças menores de 5 anos na residência, a presença de verminose, de maiores níveis de RDW e menores níveis de ferro. Conclusão: A prevalência de anemia foi inferior aos dados da literatura. Os fatores associados foram a idade, crianças menores de cinco anos na residência, verminose e deficiência de ferro sanguíneo.


Palavras-chave


hemoglobina, criança, escola

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.