RELAÇÃO ENTRE A CAPACIDADE RESPIRATÓRIA E FRAGILIDADE EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA DIALÍTICA

Danilo Rocha Santos, Gleidson Ferreira santos, Daliane Barbosa Lima, Mariane Alves Sousa, Constança Margarida Cruz

Resumo


A incidência de pacientes com Insuficiência Renal Crônica (IRC) cresce gradativamente, tanto no Brasil como no mundo tratando-se de um ponto significativo de saúde pública. Produzindo diversas alterações físicas, sistêmicas e fisiológicas, sendo o sistema respiratório um dos mais afetados. O estudo teve como objetivo determinar a prevalência de pacientes Frágeis com Doença Renal Crônica em tratamento dialítico. Trata-se de um estudo transversal e analítico com abordagem quantitativa, todos os indivíduos foram avaliados individualmente, onde a coleta de dados foi realizada mediante a aplicação de um instrumento com questões sociodemográficas e em seguida foi avaliada a função pulmonar, obtidas por meio de um espirômetro portátil modelo MiniSpir da Medical International Research, foi avaliado também a presença da fragilidade, por meio do Escore de Fragilidade de Johansen. Os resultados obtidos demonstraram a presença de fragilidade  em  40,7% (n=46) nos indivíduos com insuficiência renal crônica em tratamento dialitico, a amostra foi composta por 113 indivíduos com média de idade de 54,1 (± 10,6) anos, sendo o sexo feminino predominante no grupo dos indivíduos frágeis com 52,2% (n=24).Pode-se concluir no presente estudo que  existe um percentual significativo de pacientes frágeis em tratamento hemodialitico, fator esse associado a características clinicas, laboratoriais, funcionais e pulmonares.


Palavras-chave


Insuficiência Renal Crônica, Fragilidade, Capacidade Respiratória

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.