LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO. ACHADOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS.

Paolo Ruggero Errante

Resumo


O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune inflamatória crônica, causada pela produção de autoanticorpos, deposição de imunocomplexos e ativação do Sistema Complemento. Foram acompanhados 315 pacientes com LES e o sexo feminino foi o que mais prevaleceu (90.15 %), com faixa etária entre 31 a 40 anos (32.06%). As manifestações cutâneas (87.61%), articulares (81.58%) e hematológicas (64.12%) foram as mais prevalentes. Enfermidades autoimunes, reumáticas ou não reumáticas foram observados nos pacientes em estudo (18.09%). As infecções acometeram principalmente o trato urinário inferior (7.76%) e as vias aéreas superiores (2.85%). Baixos níveis séricos de C3, IgG, IgM e IgA foram verificados. Foi verificado que o LES permanece com seu perfil epidemiológico acometendo mulheres jovens, complicado por alterações cutâneas, articulares e hematológicas.


Palavras-chave


Medicina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.