Tuberculose as variadas formas de tb extrapulmonar como identificá-las

Juliana Lilian de Oliveira, Maíra Caniato Ruffo, Suellen Soares de Oliveira, Bruna de Oliveira Coronato, Elizete Rodrigues Antonio

Resumo


          A tuberculose é uma doença infecciosa transmitida e causada pelo Bacilo de Koch (BK), desenvolvendo geralmente nos pulmões, podendo ocorrer em outros órgãos, como ossos, rins, meninges, pleuras. Sua transmissão é aérea, ao falar, tossir ou espirrar os bacilos são expelidos através da respiração, podendo ser aspirados por outros indivíduos, contaminando-os. (FRANCISCO; 2012, p.3- 9). A apresentação da TB pulmonar além de ser a mais frequente também é a mais relevante para a saúde pública, pois é a principal responsável pela transmissão da doença. OS objetivos são verificar os tipos de TB extrapulmonares mais frequentes; relatar dúvidas quanto à identificação; apontar exames para seu diagnóstico; conhecer os métodos de diagnósticos para identificação da TB extrapulmonar. Pesquisa exploratória por levantamento de dados, com base em trabalhos científicos acadêmicos dispostos na internet, em base de dados: Scielo, em sites oficiais: Previdência Social, Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde, utilizando-se os termos tuberculose, TB extrapulmonar, diagnóstico, exames e formas mais frequentes de TB extrapulmonar. A maioria das formas extrapulmonares acontece em órgãos sem condições ótimas de crescimento bacilar, sendo quase sempre de instalação vagarosa e evolução lenta. Algumas localizações extrapulmonares da tuberculose são mais frequentes na infância, como gânglios, pleuras, ossos e meninges.  A causa da TB extrapulmonar é a entrada do bacilo no organismo através das vias respiratórias e, por consequência, acaba se alojando em algum órgão ou sistema do corpo que nao seja os pulmões. (LOPES AJ, CAPONE D; 2006, p. 253-261). Os sinais e sintomas e o diagnóstico estão relacionados aos órgãos ou sistemas acometidos. Sua ocorrência aumenta em pacientes com comprometimento grave da imunidade, especialmente pacientes com o vírus HIV. (SECRETARIA DA SAÚDE - tuberculose extrapulmonar). Muitas dificuldades podem ocorrer para diagnosticar uma TB extrapulmonar, cerca de um a quatro casos permitem a confirmação bacterióloga. Pois s achados histopatológicos de reação granulosa, geralmente são confundidos com outras doenças, como por exemplo, na AIDS, muitas formas de TB extrapulmonar são associadas a outras doenças. (LOPES AJ, CAPONE D; 2006 p.253-261). As formas mais comuns de TB Extrapulmonar: pleural; ganglionar; tuberculose do sistema nervoso central; tuberculose renal. Conclui-se que a tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo BK, sua transmissão é aérea, contaminando o indivíduo através da respiração. As TB extrapulmonar mais frequentes na infância acometem os gânglios, pleuras, ossos e meninges. Ela atinge geralmente os pulmões, mas pode acometer outros órgãos, podendo haver algumas dificuldades no diagnóstico, pois o acesso às lesões é difícil e também por estar associadas a outras doenças Em indivíduos saudáveis a cura é muito mais rápida do que em idosos enfermos, portadores do vírus HIV, desnutridos, diabéticos, por exemplo. Os sinais, sitomas e o diagnóstico, vão estar associados aos órgãos acometidos. Portanto, com o exame e tratamento correto – de acordo com o órgão acometido – a tuberculose extrapulmonar é curável e o indivíduo pode levar sua vida normalente, caso não haja nenhuma sequela por conta da TB. Porém, em indivíduos com compromentimento na imunidade, o tratamento é mais árduo, mas as chances de cura são eficazes.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.