Epilepsia infantil

Bruna Dias Jardim de Oliveira, Kátia Walid Fares, Tahynna Maischberger Leite, Frederico Kauffmann Barbosa

Resumo


Epilepsia é definida como uma desordem do cérebro caracterizada por uma predisposição duradoura em gerar crises epilépticas, segundo a Liga internacional de Epilepsia (ILAE) e o departamento internacional de epilepsia (IBE). As crises podem causar conseqüências neurobiológicas, cognitivas, psicológicas e sociais. Entretanto, para que seja caracterizada a epilepsia é necessário que o indivíduo apresente no mínimo uma crise epiléptica. O tipo de epilepsia e manifestações epilépticas influenciam diretamente a qualidade de vida do paciente. O objetivo deste trabalho é fazer um levantamento bibliográfico da epilepsia entender os aspectos que interferem na qualidade de vida das crianças e o uso do cannabidiol no tratamento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.