DOR EM NEONATOS DURANTE A ASSISTÊNCIA FISIOTERAPEUTICA

Beatriz Berenchtein Bento de Oliveira, DENIZE ARAÚJO DOS SANTOS FONTES, MOISÉS GOMES DE OLIVEIRA

Resumo


O recém-nascido internado em UTI é submetido a técnicas e procedimentos potencialmente dolorosos, que poderão impactar em sua qualidade de vida e desenvolvimento neuropsicomotor. Estímulos dolorosos agudos, como a intervenção fisioterapêutica, podem desencadear desequilíbrio fisiológico, como queda de saturação de oxigênio, alteração das frequências cardíaca e respiratória, o estresse, além das implicações em longo prazo, tais como o comprometimento do crescimento, desenvolvimento e diminuição do limiar de dor. O objetivo deste estudo foi verificar a literatura sobre a dor em neonatos durante o atendimento fisioterapêutico. Método: foi realizada uma revisão bibliográfica sobre a dor e os procedimentos que causam dor em RNs durante o atendimento fisioterapêutico nas UTIN, através de bases de dados eletrônicos, livros e sites governamentais pertinentes ao assunto, no período de 2010 a 2015.  Destacamos que os métodos empregados na fisioterapia respiratória e de aspiração endotraqueal, quando bem indicados e concretizados, não exibem influências expressivas na função cardiopulmonar e não comprometem a estabilidade clínica do recém-nascido. 


Texto completo:

PDF

Referências


COSTA, P.; CAMARGO, P.P.; BUENO, M.; KIMURA, A.F. Dimensionamento da dor durante a instalação do cateter central de inserção periférica em neonatos*, Acta Paul Enferm 2010;23(1):35-40.

GOIS, M.L.C.C.; SOUZA, T.C.; MAYNARDES, B.C.D.; BONAT, W.; DYNIEWICZ, A.M. Avaliação Da Dor Durante A Fisioterapia Respiratória Em Recém Nascidos Hospitalizados Em Unidade De Terapia Intensiva Neonatal Curitiba/PR. 2013.

FALCÃO, A.C.M.P.; SOUSA, A.L.S. STIVAL, M.M. LIMA, L.R. ABORDAGEM TERAPÊUTICA DA DOR EM NEONATOS SOB CUIDADOS INTENSIVOS: UMA BREVE REVISÃO. R. Enferm. Cent. O. Min. 2012 jan/abr; 2(1):108-123.

LANZA, F.C.; KIM, A.H.K.; SILVA, J.L.; VASCONCELOS, A.; SOPANOGLOU, S.P. A vibração torácica na fisioterapia respiratória de recém-nascidos causa dor? Rev Paul Pediatr 2010;28(1):10-4.

LEAL, S.S.; XAVIER, C.L.; SOUSA, E.C.M.; SOUSA, C.C.; ROCHA, G.M.; SOUZA, A.P.S.; LELIS, E.M.; DOURADO, M.E.M. Avaliação da dor durante a aspiração endotraqueal pós-fisioterapia respiratória em recém-nascido pré-termo. ConScientiae Saúde, 2010;9(3):413-422.

MARTINS, R.; SILVA, M.E.M.; HONÓRIO, G.J.S.; PAULIN, E.; SCHIVINSKI, C.I.S. Técnicas de fisioterapia respiratória: efeito nos parâmetros cardiorrespiratórios e na dor do neonato estável em UTIN. Rev. Bras. Saúde Matern. Infant. Recife, 13 (4): 317-327 out. / dez. 2013.

MARTINS, S.W. DIAS, F.S.; ENUMO, S.R.F.; PAULA, K.M.P.; Avaliação e controle da dor por enfermeiras de uma unidade de terapia intensiva neonatal. Rev. Dor. São Paulo, 2013 jan-mar;14(1):21-6

NICOLAU, C.M.; FALCÃO, M.C. Influência da fisioterapia respiratória sobre a função cardiopulmonar em recém-nascidos de muito baixo peso. Rev Paul Pediatr 2010;28(2):170-5.

PAIXÃO, M.C. de S.; MARANHÃO, T.A.; MELO, B.M. da S.; VIEIRA, T.S.; MONTEIRO, C.F. de S. A percepção da equipe de enfermagem sobre a dor do recém-nascido Revista Interdisciplinar NOVAFAPI, Teresina. v.4, n.2, p.16-20, Abr-Mai-Jun. 2011.

PRESBYTERO, R.; COSTA M.L.V.; SANTOS, R.C.S. THE NURSES OF THE NEONATAL UNIT FACING THE NEWBORN WITH PAIN LOS ENFERMEROS DE LA UNIDAD NEONATAL FRENTE AL RECIÉN NACIDO CON DOLOR Rev. Rene. Fortaleza, v. 11, n. 1, p. 125-132, jan./mar.2010.

SANTOS, A.P.; ALVES, L.C.; SALGE, A.K.M. Assessment of neonatal pain across scales: a literature review. 2012.

SANTOS, L.C.W.; MENDONÇA, K.M.; ALBERTON, K.M.; MARQUES, C.F.; MEREY, L.S.F.; SANTOS, M.L.M. Avaliação da dor em recém-nascidos pré-termo submetidos á estimulação sensório-motora. Fisioterapia Brasil, v.13, n.5, p.342-347, setembro/outubro de 2012.

SILVA, A.A. de L.; Gomes, A.J.; SILVA, G.C.; CUNHA, J.C. MORAIS, M.G.; FEIJÓ, E.J. Dor no Recém-Nascido: Revisão Integrativa da Literatura. 2013.

SILVA, A.A.L.; GOMES, A.J.; SILVA, G.C.; CUNHA, J.C.; MORAIS, M.G.; FEIJÓ, E.J. Dor no Recém-Nascido: Revisão Integrativa da Literatura. 2014.

VERONEZ, M.; CORRÊA, D.A.M. A DOR E O RECÉM-NASCIDO DE RISCO: PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM Cogitare Enferm. 2010 Abr/Jun; 15(2):263-70.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.