EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO DE PROBIÓTICOS NA ESTEATOSE HEPÁTICA

Gabriela Silva Ribeiro, Leticia Calandrino, Celine de Carvalho Furtado

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar a atuação de probióticos no tratamento de DHGNA. Foi realizada uma busca na base de dados PubMed, utilizando os filtros: Clinical Study, Clinical Trial, Controlled Clinical Trial, Randomized Controlled Trial, Full text, 5 years. Somente trabalhos em inglês foram selecionados, e 50% concluíram que o grau de DHGNA reduziu após intervenção com probiótico/simbiótico, independente da associação com dieta/exercício. 25% constatou diminuição da fibrose utilizando simbiótico. Outros autores notaram melhoras nos parâmetros laboratoriais e IMC utilizando-se probiótico/simbiótico. Assim, considerou-se que suplementação com prebióticos, probióticos, simbióticos e mudança no estilo de vida levam a melhora de DHGNA. Porém mais estudos realizados de forma longitudinal com humanos são necessários para que possamos conduzir a clínica com segurança e assertividade.

EFFECTS OF PROBIOTIC SUPPLEMENTATION ON HEPATIC STEATOSIS

Aim: To analyze in the literature the performance of probiotics in the treatment of patients with non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD). Methodology: The literature review was performed by searching the PubMed database, using the filters: Clinical Study, Clinical Trial, Controlled Clinical Trial, Randomized Controlled Trial, Full text, 5 years. As inclusion criteria only papers in English were selected. Results: 50% of the articles analyzed concluded that there was a reduction in the degree of NAFLD after the intervention with probiotic/symbiotic, regardless of the association with diet/exercise. 25% of the articles found positive effects in the reduction of the degree of fibrosis, using as symbiotic intervention. Some authors also found improvements in laboratory parameters and body mass index with the use of probiotic/simbiotic. Final considerations: In the present review it was possible to consider that supplementation with prebiotics, probiotics and symbiotics, as well as a change in lifestyle, lead to an improvement in the NAFLD picture. However, more studies performed longitudinally with humans are necessary for us to conduct the clinic with safety and assertiveness.


Palavras-chave


esteatose hepática não alcoólica, probióticos, prebióticos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.