AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE AGENTES DE SAÚDE SOBRE DOENÇAS ENDÊMICAS DE PLÁCIDO DE CASTRO-ACRE

Carolina Souza Cury, Caio Pustiglione Santos, Emily Miranda Nogueira, Giovanna Cardoso Léo, Rubens Moura Campos Zeron, Ana Paula Rocha Veiga, Olívia Rosa Barreto Teotonio, Anegreice Valério

Resumo


Para o Ministério da Saúde do Brasil, agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias são fundamentais no enfrentamento às doenças. Plácido de Castro, município do Acre (BR), apresenta elevada incidência de Dengue, Malária, Zika e Chikungunya. Este estudo objetivou verificar o grau de conhecimento dos agentes sobre essas doenças endêmicas, prevalentes na localidade. Durante a Operação Vale do Acre, do Projeto Rondon, aplicou-se um questionário fechado a 30 agentes comunitários de saúde do município. Os resultados mostraram maior percentual de acertos para Malária (77,33%), seguido pela Dengue e Zika (74,66%) e, menor, para Chikungunya (56,66%). Concluiu-se pela necessidade de capacitar os profissionais para melhor identificar, particularmente, sintomas, janela imunológica e agente etiológico, ampliando-se a eficácia de sua atuação com vistas a reduzir a incidência dessas endemias.

KNOWLEDGE EVALUATION OF HEALTH AGENTS ABOUT ENDEMIC DISEASES OF PLACIDO DE CASTRO-ACRE-BRAZIL

According to the Brazilian Ministry of Health, community health workers and agents that teach how to combat endemic diseases are essential in the fight against those. Plácido de Castro, municipality of Acre (BR), has a high incidence of Dengue, Malaria, Zika and Chikungunya. This study aimed to verify the degree of knowledge of agents about these endemic diseases, prevalent in the locality. During Rondon Project’s Operation Vale do Acre, a closed questionnaire was applied to 30 community health workers in the municipality. The results showed a higher percentage of correct answers for Malaria (77.33%), followed by Dengue and Zika (74.66%) and, lower, for Chikungunya (56.66%). It was concluded by the need to train professionals to better particularly identify symptoms, immunologic window and etiologic agent, increasing the effectiveness of their work in order to reduce the incidence of these endemics.


Palavras-chave


agentes comunitários de saúde; enfermidades locais; projeto rondon

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.