SOROPREVALÊNCIA DE SÍFILIS E FATORES ASSOCIADOS AO ENCARCERAMENTO FEMININO

Maria Aparecida de Jesus Xavier Gusmão, Vagner Ferreira do Nascimento, Thalise Yuri Hattori, Juliana Herrero da Silva, Marina Atanaka, Elba Regina Sampaio de Lemos, Ana Claudia Pereira Terças-Trettel

Resumo


As infecções sexualmente transmissíveis são um grave problema de saúde pública, nos ambientes prisionais essa situação se agrava, sendo a sífilis a doenças mais incidente. Objetivou-se descrever soroprevalência de sífilis em reeducandas de Mato Grosso. Estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado com 51 reeducandas de uma cadeia pública feminina de Mato Grosso em 2018. A soroprevalência de sífilis foi de 15,69% e o perfil das mulheres predominou entre mulheres jovens, pardas, com baixa escolaridade, solteiras e com renda mensal baixa, que possuíam grande rotatividade de parceiros, uso inconstante de preservativo, histórico pregresso de alguma infecção sexualmente transmissível, e abuso de drogas ilícitas. Conhecer esse perfil é primordial para direcionar as ações preventivas e de redução de danos, que possibilitem abrandar as iniquidades a que essas mulheres estão expostas.

SEROPREVALENCE OF SYPHILIS AND FACTORS ASSOCIATED TO THE JAILING OF WOMAN

Sexually transmitted infections is a serious public health problem, in prisons this situation worsens, being syphilis the most common disease. To objective is describe the seroprevalence of syphilis in women in jail in Mato Grosso state, Brazil. A cross-sectional study, with a quantitative approach, carried out with 51 women in jail from a female public chain in Mato Grosso state, Brazil in the 2018. Seroprevalence of syphilis was 15.69% and female profile predominated among young women, brown, low-educated, unmarried women with a low monthly income, high turnover of partners, inconsistent use of condoms, past history of any sexually transmitted infections, and illicit drug abuse. Knowing this profile is essential to direct preventive and harm reduction actions, which allow to mitigate the inequities to which these women are exposed.


Palavras-chave


mulheres; prisões; sífilis

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 15 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.