PSICOBIÓTICOS: UMA FERRAMENTA PARA O TRATAMENTO NO TRANSTORNO DA ANSIEDADE E DEPRESSÃO?

Celine de Carvalho Furtado, Alessandra Lima Bispo da Silva, Alicia Matias Walfall

Resumo


Ao longo da última década a pesquisa vem demonstrando que a dieta e a saúde intestinal afetam os sintomas expressos em distúrbios relacionados ao estresse, depressão e ansiedade por meio de alterações na microbiota intestinal. Estratégias terapêuticas complementares, como o consumo de dieta adequada, diversificada e suplementação de alimentos probióticos, podem ser inclusas ao tratamento convencional. Objetivo: Revisar na literatura estudos que descrevam a utilização de cepas probióticas como parte do tratamento da patogênese de Transtornos de Ansiedade e Depressão. Metodologia: Os artigos foram selecionados em bases de dados Bireme, Scielo e Pubmed, foram pesquisados eletronicamente usando as palavras-chave: nutrição e ansiedade, transtorno de ansiedade, disbiose, psicobióticos, eixo intestino-cérebro, para estudos publicados até junho de 2017. As listas de referência de artigos relevantes foram pesquisadas manualmente. Também foram utilizados livros. Conclusão: Os Psicobióticos se mostraram eficazes na modulação do sistema regulador. Esses achados podem apontar o caminho para novas estratégias em controlar a expressão gênica de probióticos por meio de intervenções dietéticas ou manipulação de microbiomas. Porém são necessários mais estudos em humanos para verificar as cepas adequadas e as quantidades terapêuticas.

PSYCHOBIOTICS: A TOOL FOR TREATMENT IN ANXIETY TRANSTORN AND DEPRESSION?

Over the past decade research has shown that diet and intestinal health affect the symptoms expressed in stress-related disorders, depression and anxiety through changes in intestinal microbiota. Complementary therapeutic strategies, such as the consumption of adequate, diversified diet and probiotic food supplementation, may be included in conventional treatment. Objective: To review in the literature studies describing the use of probiotic strains as part of the treatment of the pathogenesis of Anxiety Transtorn and Depression. Methods: Bireme, Scielo and Pubmed databases were searched electronically using the keywords: nutrition and anxiety, anxiety disorder, dysbiosis, psychobiotics, intestinal-brain axis, for studies published until June 2017. Reference lists of relevant articles were searched manually. Books were also used. Conclusion: Psychobiotics proved to be effective in the modulation of the regulatory system. These findings may point the way to new strategies in controlling the gene expression of probiotics through dietary interventions or manipulation of microbiomes. However, further human studies are needed to verify the appropriate strains and therapeutic amounts.


Palavras-chave


nutrição e ansiedade; transtorno de ansiedade; disbiose; psicobióticos; eixo intestino-cérebro

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.