DEMARCAÇÕES DO ESTUDO MERCADOLÓGICO: A PERCEPÇÃO DO SIGNIFICADO DE MARKETING ENQUANTO DISCIPLINA DE ESTUDO

Raquel Lie Kishi, Marcio Lopes Pimenta, Darly Fernando Andrade, Ingridi Vargas Bortolaso, Otavio Gonzatti Fernandes

Resumo


Marketing pode ter diferentes percepções de significado para diferentes pessoas. O presente artigo buscou, portanto, analisar os principais construtos relacionados às definições de Marketing e verificar como discentes interpretam o significado conceitual dessa disciplina. Para tal, foi realizado um estudo qualitativo por meio de 35 entrevistas semiestruturadas, com alunos de Administração em uma universidade federal brasileira. Os resultados mostram que há uma baixa modificação em termos de significado percebido ao longo do curso. A interpretação dos alunos sobre a disciplina de Marketing caracteriza-se predominantemente pelas atividades funcionais, não contemplando perspectiva estratégica do marketing, dentro de um contexto empresarial sistêmico, com baixa percepção de elementos de gestão ou de relacionamento presentes nas definições contemporâneas.

BOUNDARIES OF THE MARKET STUDY: THE PERCEPTION OF THE MEANING OF MARKETING AS A SUBJECT

Marketing may have different perceptions of meaning for different people. The objective of this paper is to identify the main constructs related to Marketing settings and analyze how students interpret the conceptual meaning of this discipline. A qualitative study was performed, including semi-structured interviews with 35 students in a Brazilian federal university. The results show that there is a low modification in terms of meaning seen along the course. The interpretation of the students about the discipline of Marketing is predominantly characterized by the functional activities, with low perception of process elements or relationship that are characteristics of the contemporary approach.


Palavras-chave


ensino em marketing; definições de marketing; análise de conteúdo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.